Questões de Opinião: Restaure-se


Restaure-se


Não sei se esse tipo de coisa acontece mais comigo do que com “pessoas normais”, afinal, sou feita de extremos. Mas cá entre nós:

Quantas vezes já esperou ansiosamente por algo\alguém e, no fim da estrada, encontrou apenas ilusões, palavras soltas, falta de moral, desilusões... Enfim, tudo que você não desejava?!
Quantas vezes você já se machucou a ponto de não querer mais recomeçar?

Acredite, você é somente mais um, que, assim como uma pessoa normal, se deu por vencida em certo ponto,e não há nenhum problema nisso!

O problema surge quando você desiste de recomeçar.

Mesmo sem reerguer-se e tentar novamente, passa a acreditar que só haverá quedas no caminho, e assim, dá-se por vencido antes da largada pelo ouro (pelo desejo a ser conquistado, como preferir) ser dada.

Por que nos prendemos tanto aos erros e desilusões afinal? É inexplicável como é comum esse apego a coisas que não tem nada a nos oferecer senão mais e mais dor.
Há pessoas que se agarram com tamanha força a pior parte de si (e dos outros) que acaba caindo em um abismo, o qual é necessária muita força de vontade e uma mudança radical de pensamento\comportamento para sair.

Calma, sem lágrimas, reclamações e afins! Por que não tenta dar uma chance a você mesmo cara colega? Sim, é essa a minha simples resposta para não se machucar (e conseqüentemente desistir) mais uma vez!


“A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmos-nos sempre depois de cada queda”.
Confúcio

Vamos as devidas explicações: RESTAURE-SE!

Acredite no valor das experiências, acredite que tudo aquilo que superamos nos deixa mais forte, acredite que as pessoas podem sim aproveitar uma segunda chance para modificar-se para melhor, acredite que o “aqui e agora” a Deus pertence e Ele só quer o bem dos seus filhos,
 acredite que você pode e deve recomeçar!

Dar uma chance a você mesmo é livrar-se das regras, dos comentários alheios, dos preconceitos, dos olhares, da falta de vontade, da bagagem desnecessária, do caos imaginários, da dor, é simplesmente livrar-se!

Regenere-se: ouça apenas o que lhe interessa, dê uma chance ao tempo, cure-se sem ajuda de ataduras ou conselhos alheios, gaste seu tempo lendo um bom livro ou dando boas risadas com quem você ama, leve algum amigo próximo para tomar picolé com você e relembrarem a infância juntos, não pense ‘mal dia’ assim que ouvir o despertador tocar em plena segunda-feira, faça aquilo que julga ser o certo – sem medo do que os outros vão falar, aproveite os momentos ‘bobos’ da vida, filtre e absorva única e exclusivamente o que lhe faz bem!

Agora, assim como Liang Tzu diria: “Se queres ser feliz amanhã, tenta hoje mesmo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário