Questões de Opinião: Precisei Falar | Um Texto Sobre o Que não se Revela Publicamente

Precisei Falar | Um Texto Sobre o Que não se Revela Publicamente


Tentei verdadeiramente não acreditar que o ser "humano" é capaz de tamanha brutalidade, capaz de não sentir nenhuma compaixão para com o próximo, capaz de atos animalescos.

Eu já fui vítima de uma tentativa de estupro, e sim, eu estava em plena consciência durante todos os momentos. Até hoje não sei ao certo quanto tempo durou, pois cada segundo pareceu uma eternidade de sofrimento e total incapacidade.

Não comento sobre o assunto porque como senão fosse suficiente toda a dor que sinto em ter de relembrar aquele momento e eu garanto, é o maior trauma da minha vida (morro por dentro a cada lembrança) tive de ouvir da sociedade - isso inclui minha família - que a CULPA É MINHA!
Você não faz ideia do quanto eu sinto náuseas e uma dor profunda em saber que a Cultura do Estupro é algo extremamente normal, em saber que eu provavelmente fui "só" mais um número nessa contagem de vidas destruídas e coagidas a se sentirem culpadas.

Por anos me calei. Por anos ouvi o quanto a mulher 'dá motivos' para ser abusada (física e psicologicamente). Por muito tempo senti NOJO de mim! Sim, eu sou mulher, sofri tentativa de abuso sexual (e por conseguir resistir até a fuga, apanhei) e só consegui MORRER por dentro, sentindo nojo de mim mesma por um ato que em momento NENHUM eu "pedi" para receber. Ninguém pede. Ninguém da motivos para isso, independente dos atos.

Você que acredita que o feminismo e a sororidade não são necessários, tenha em mente que sem eles inúmeras mulheres que sofreram desses atos grotescos já não estariam entre nós. Lutamos pela IGUALDADE! Quem foi que determinou que seu órgão sexual tem o poder de tomar as decisões por mim?

Como vítima de um único "homem" eu sei o quanto sofri (e ainda sofro). Não posso imaginar o tamanho da dor que a menina violentada está passando, mas sei que relembrar esse momento não é, nem de longe, agradável. Desejo de todo meu coração que todas as mulheres possam, um dia, sair de casa sem que o medo de ter um homem por perto (e não fazer a menor ideia do que ele é capaz) nos persiga!


‪#‎EstuproNãoéCulpadaVítima‬
______


Esse texto foi, inicialmente, a legenda dessa mesma foto postada no meu instagram. Criei ele motivada pela repercussão do caso de estupro coletivo que chocou o mundo, com o único intuito de desabafar sobre tudo isso.
Diferentemente do que alguns alegaram ao ler meu relato: Não quero ibope. Não quero me vitimizar (alô, eu já fui vítima antes de contar isso publicamente!). Não quero sua piedade.
Quero, verdadeiramente, poder mostrar que é possível sim enfrentar algo assim e superar esse trauma (ou aprender a lidar com ele). Quero também mostrar mostrar que você, mulher, não está sozinha!  


4 comentários:

  1. Arrasou no texto viu, nem imagino como seja viver algo assim, quando fui criança um homem bateu na minha bunda e até hoje não consigo conversar direito com qualquer outro, é bem difícil, as vezes me pergunto o por que de tudo isso, e mau consigo acreditar em como o ser humano pode ser assim tão egoísta e estúpido! Fico sem palavras para coisas como essa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como não ficar indignado com tanta maldade e egoísmo. Mas se meu texto servir pra conscientizar ou ao menos levar força para mais alguém, já sinto que (de uma forma bem boba) tô sendo capaz de ajudar um pouco!

      Excluir
  2. Parabéns pela coragem do depoimento! Sempre têm uns babacas p dizer q a pessoa quer ibope, q a culpa é da vítima, fico com um ódio!
    Temos que nos apoiar mesmo!
    Super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio Thaís! Babaca é o que não falta no mundo né? :/
      Big beijo e obrigada pelo carinho de sempre! <3

      Excluir