Questões de Opinião: Bairro da Liberdade - #DaniTeLevaSP


Bairro da Liberdade - #DaniTeLevaSP

Quem nunca ouviu falar do mais famoso bairro japonês de São Paulo que atire a primeira pedra. 
Hoje você vai conhecer o tão comentado Bairro da Liberdade!
 Da série de coisas que mais amo na Liberdade: os postes são feitos como esses das fotos, de típicas lanternas japonesas sabe? Além disso os semáforos também são temáticos, é muito divertido.

Esse monte de barraquinhas da foto se deve ao fato de ter ido em um domingo, dia em que uma das principais vias de entrada no bairro (essa que você vê, chamada Galvão Bueno) fica fechada para transito de veículos, e aí vira uma espécie de feira de comidas japonesas.
Dica: vale a pena investir nas barraquinhas de comida para experimentar o sabor da região! Há pratos variados por preços juntos. Mas vale lembrar que não tem luxo de sentar e comer viu?!

Em dias convencionais as lojas e restaurantes dessa mesma via são as mais requisitadas do Bairro. Os mercadinhos com comidas diferentonas também são nessa via para quem quer se aventurar, é super fácil de achar.
 No dia que fui estava rolando um festival japonês bem típico deles, a tradução do nome é algo como "festival das estrelas" e a forma de comemorá-lo é com muitos enfeites pendurados nos postes e a possibilidade de fazer seus pedidos aos céus.

Os papéis são comprados lá mesmo e cada cor tem uma representação, bem próxima das usadas em ano novo, como o amarelo, que representa riquezas. Já contei nessa matéria aqui sobre os significados das cores.
Ainda na Galvão Bueno você encontra o Jardim Botânico da Liberdade, um catinho bem bonito para quem busca a paz em nível oriental.
 Esses bonequinhos super fofos são vendidos dentro do Jardim Botânico nos finais de semana. São ótimas lembranças turísticas e muito fofos para decorar!

As galerias de itens principalmente geek's e de lutas (como armas e facas) e lojas principais como a Ikesaki ficam nessa rua. É um passeio consideravelmente calmo e leve, super válido para explorar mais da cultura oriental (difundida a correria dos dias paulistanos).

Gostou da matéria? Já conhece a Liberdade? Tem alguma dica ou dúvida? 
Comenta tudinho aqui em baixo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário