Questões de Opinião: 21 Anos - E O Medo Da Vida Adulta


21 Anos - E O Medo Da Vida Adulta

- Quantos anos você tem?

- Dezeno... MEU DEUS EU FAÇO VINTE E UM AMANHÃ.

Time dos gatinhos na gincana do meu aniversário de 21 anos porque não sou obrigada a fazer festa de adulto

Essa foi exatamente a minha reação quando ontem me perguntaram sobre a minha idade. É aterrorizante, eu cheguei na famosa "maioridade total". Posso entrar em todos os cassinos de Las Vegas e encher a cara em qualquer lugar do mundo, mas sinceramente essas são as últimas coisas que me passam pela cabeça quando penso que cheguei aos vinte e um anos.

Na verdade, o fato de fazer vinte e um anos não é lá grande coisa. Eu continuo sem carteira de motorista, continuo pedindo permissão para minha mãe para sair de casa e avisando ela todos os dias quando passo no pedágio na hora de voltar para a faculdade. Entretanto, eu comecei a ter contas para pagar, boletos em meu nome e sob minha responsabilidade - meu dinheiro, minha memória, meu trabalho.

Eu comecei a ter que enfrentar muito mais além dos meus próprios demônios, comecei a por minha cara a tapa para encarar os demônios da sociedade: pessoas que pisam, mas pisam com vontade em você. É como se o mundo fosse uma contínua competição de quem joga mais pessoas para o fundo do poço e eu não sei bem quando eu realmente estarei preparada para isso. Será que um dia realmente estaremos?
Time dos unicórnios (e perdedores)

Eu juro pra vocês que comecei a escrever este texto pensando em desenvolvê-lo para falar sobre a auto-estima junto ao envelhecimento. A questão hormonal, corpo inchado, cabelos brancos, rugas e etc. Queria falar disso e sobre como cada uma dessas coisas nos torna uma pessoa única, como cada ruga de preocupação é resultado de uma experiência que trouxe tanto aprendizado que ficou literalmente marcado na pele. Eu juro mesmo que queria, mas aparentemente minha mente está mais focada nos medos e anseios que vêm com a idade do que com a linda reflexão que eu havia feito anteriormente.

Talvez todo esse meu medo seja extremamente irracional, talvez crescer seja algo bem mais fácil do que eu imagine, mas apagar isso da minha mente não é tão simples. Não sei se eu já deveria estar acostumada com as responsabilidades que a vida traz ou se crescer é difícil assim pra todo mundo. Não desejando que todos passem pelas dificuldades, mas espero não ser a única a encarar as adversidades da vida com tanto medo.

Talvez eu esteja pronta, talvez não mas, sinceramente, não acho que a vida esteja dando muita bola pra isso. Talvez eu não devesse estar pronta para certas ocasiões pois só assim iria aprender isso ou aquilo. Talvez não estar pronta seja ter um privilégio, seja poder aprender sem prévios hábitos, manias e vícios, quase como numa auto escola.

Seria a vida uma auto escola onde aprendemos a dirigir em nossos próprios e tortuosos caminhos? Não sei. Só sei que quero minha carteira de motorista logo (a de verdade, viu?)

Nenhum comentário:

Postar um comentário