Últimos posts


Olá, pessoas bonitas! Como vai o hábito de leitura por ai? Gosto muito de ter um bom livro na bolsa para ler naquelas brechas entre uma atividade e outra durante o dia. Por ser uma pessoa curiosa nata, fiz uma pesquisa básica sobre escritoras contemporâneas que você não pode passar 2018 sem conhecer, vem ver:

Ana Martins Marques 


A mineira Ana Martins Marques é mestra em Literatura (UFMG) e atua como redatora e revisora. Seu primeiro livro publicado é A vida submarina (2009), que reúne poemas vencedores do Prêmio Cidade de Belo Horizonte nos anos de 2007 e 2008. Também publicou Da arte das armadilhas (2011), o qual recebeu o Prêmio Alphonsus de Guimaraens; O Livro das Semelhanças (2015), o qual venceu o Prêmio APCA em 2015; Como se fosse a casa (2017 – com Eduardo Jorge).


Carol Bensimon


Carol Bensimon é uma escritora e tradutora gaúcha. É formada em Comunicação Social (UFRGS) e tem mestrado em Teoria Literária (PUC-RS). Possui contos publicados nas revistas Ficções, Ficção de Polpa e Bravo! e no jornal Zero Hora. Publicou os livros: Pó de parede (2008); Sinuca embaixo d’água (2009), romance finalista do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria Autor Estreante, e do Prêmio Jabuti de 2010, na categoria Romance; Todos nós adorávamos caubóis (2013).


Cristiane Costa


Cristiane Costa é uma escritora carioca e doutora em Comunicação (UFRJ). Em 2010, ela recebeu a Bolsa Petrobras de Criação Literária e, a partir daí, deu início à pesquisa que gerou seu primeiro e único romance publicado, Sujeito Oculto (2014), composto por colagens de trechos de outros autores. Além desse romance, publicou Coisas que Eu Diria A Minha Filha… Se Ela Topasse Ouvir (2003) e Amor Sem Beijo (1997), obras infantis e juvenis.


Vanessa Bárbara


Vanessa Bárbara é uma escritora, jornalista e tradutora paulistana. Já colaborou em revistas e jornais, atualmente é colaboradora no jornal O Estado de S. Paulo e International New York Times. Dentre seus livros publicados estão romances, crônicas, quadrinhos e livros infantis: O Verão do Chibo (2008 – com Emilio Fraia); O livro amarelo do Terminal (2009), livro de reportagem vencedor do Prêmio Jabuti; Endrigo, O Escavador de Umbigos (2010 – com Andrés Sandoval); A máquina de Goldberg (2012) com Fido Nesti); Noites de alface (2013); O Louco de Palestra e outras crônicas urbanas (2014); Operação Impensável (2015), vencedor do Prêmio Paraná de Literatura em 2014.


Veronica Stigger


Veronica Stigger é uma escritora gaúcha e doutora em Teoria e Crítica da Arte (USP). Seu primeiro livro, O trágico e outras comédias, foi publicado primeiro em Portugal em 2003, a edição brasileira veio só em 2004. Publicou também Gran cabaret demenzial (2007); Os anões (2010); Opisanie swiata (2013), que venceu o Prêmio Machado de Assis (melhor romance) da Biblioteca Nacional de 2013, o Prêmio São Paulo de 2014, na categoria “melhor estreante acima de 40 anos” e o Prêmio Açorianos de narrativa longa, em 2014; Sul (2016), que venceu o Prêmio Jabuti, na categoria Poesia, em 2017.


Gostou das indicações? Comenta o que mais gosta de ler!! (:





Comente pelo Blog!