Questões de Opinião: Dolorosa realidade


Dolorosa realidade



Já vi várias pessoas terem medo do ‘desconhecido’, das situações que ainda não ocorreram, de crer/ver/ouvir/sentir coisas de um outro plano, essas se autodenominam céticas e descrentes, afinal, qual homem, em são consciência, admite suas franquezas?

A crença numa fonte sobrenatural do mal não é necessária. Homens sozinhos são capazes de toda e qualquer maldade”.

Joseph Conrad

Mas da maioria destes mesmos ‘descrentes’ não tem medo, pelo contrário, de um ser igual aos seus, que é certamente muito mais cruel.
O homem é tão cruel quanto se pode imaginar, vários não tem o menor escrúpulo, não sentem dor ao ver alguém sofrer, sentem o ‘doce’ gosto do prazer.

A primeira impressão você certamente está pensando ‘mas nem todos matam, estupram, roubam... ’ e todos esses crimes possivelmente julgados por lei lhe invadem a mente.
Não é exclusivamente a essa crueldade que eu me refiro, existem vários tipos de dores: palavras ditas sem pensar, mentiras, máscaras para esconder a verdadeira face, estupidez, atos de agressão física e moral...
Como se já não fosse suficiente todo ser humano ter sua língua, que por si só é uma enorme arma de destruição, ainda criamos armas de destruição em massa.

 “Já foi dito que o tempo cura todas as feridas”... Não concordo. A ferida continua. Com o tempo, a mente se protege da insanidade cobrindo a ferida com cicatrizes, e a dor diminui, mas 
nunca desaparece”.

Rose Kennedy

Por experiência pessoal, a maior das dores (ao menos pra mim) foi/é sofrer calada. É o tal do ‘engolir sapos’, eu acho que já engoli um brejo inteiro (kk), por mais engraçado que isso pareça, é sério, dói.
Opniões a parte, tudo tem sua hora e lugar, e quando eu resolver por tudo o que guardo aqui, certamente muitas máscaras cairão, e muitos sentirão dor, mas sabe, hoje essa dor e esse receio, já não me ferem mais, aprendi a conviver com isso.

E como tudo nessa vida, sempre existe os dois lados da moeda, e eu aprendi que tudo que você supera, te faz mais forte, te faz ser quem tu é, e em nada nos impedem de mudar o que está por vir.



3 comentários: