Questões de Opinião

Editorial: Suede e Saia de Pregas

Domingo passado foi dia de diversão pra mim e para o Bruno Rossener, passamos a tarde batendo papo na Paulista e depois fomos ao Memorial da América Latina para fotografar. Foram tantas fotos incríveis em tão pouco tempo que essa postagem é, provavelmente, a mais lotada de toda a história do blog!  preparado para rolar o mouse por bastante tempo? haha

             
O mais divertido para mim é que eu dava ideia de tal lugar ou tal pose e ele topava todas as loucuras haha
             
Sempre quis fotos noturnas, e quando digo sempre não é força de expressão! Óbvio que esses foram os últimos cliques do dia, mas eu amei tanto que as fotos não tão em ordem cronológica mesmo, desculpa aí haha
             
                          
             
A ideia não era exatamente fotografar o look, e sim fotografar a personalidade. Essa é a pegada de todas as fotos do portifólio do Bruno, e admiro muito essa essência.
                          
             

Achou que renderam poucas fotos? Pois no meu instagram têm ainda mais viu? haha Já me segue lá? Então faz o favor de seguir agora!

Quer fazer um ensaio incrível como esse por um preço super bacana? Então é só entrar em contato com o Bruno e falar que veio aqui do blog! :)
Os contatos dele são: Site, Facebook e Instagram

O que achou das fotos? Qual mais gostou? Conta tudo aqui nos comentários!

Wishlist do Desconto (Tempo Limitado) + Histórias Hilárias

Quem não conhece O Boticário? Atire a primeira pedra se você nunca teve um creme hidratante, um perfume, um batom, ou ao menos um kit de sabonetes desses que recebe de familiares em datas comemorativas! haha

Descobri que eles estão com desconto em vários produtos no site e como já ia montar minha wishlist, resolvi montar a nossa
Itens desejo:

1- Pallete de maquiagem Royal Case Make B. Urban Ballet {link aqui}
2- Delineador líquido preto Intense {link aqui}
3- Trio de sabonetes Nativa Spa: Flor de lótus, Melissa e alecrim e Violeta e peônia, 90g cada {link aqui}
4- Demaquilante cremoso Intense, 150 ml {link aqui}
5- Kit Nativa Spa Lichia (Sabonete líquido, Loção cremosa hidratante e Sabonete cremoso esfoliante) {link aqui}
6- Batom cremoso Make B. Urban Ballet (amei essa cor! E essa bala em formato de sapatilha? *o*) {link aqui}
7- Batom matte 219 pink Make B. Barbie {link aqui}
8- Kit de pincéis Intense {link aqui}
9- Acqua Fresca desodorante colônia, 110 ml {link aqui}

Legal, você numerou tudo bonitinho, deu nome, mas cadê os link com os descontos? 
Tão todos aqui!
Mas corre em? Os descontos chegam a até 20% e é só até a meia noite do dia 22.09.2016! ;)



Não sei para você, mas eu tenho duas histórias bem marcantes que preciso mencionar (e deixar você rir da minha cara haha):

Quando pré-adolecente eu me achava "a top model" sabe? Porque desfilava pra agência de modelos da cidade e toda a família vangloriava os passos da única neta menina.
Em meu primeiro desfile fora da cidade, eu levei meu vidro de Acqua junto as roupas que usaria no coquetel de encerramento. Enquanto eu era maquiada alguém fez o (des)favor de jogar minha bolsa no chão. Já viu o desastre né? O vidro do perfume estava quase cheio e literalmente lavou as roupas e até a mochila! Era impossível usar algo com o cheiro tão forte, minha mãe teve que pegar estrada e me levar roupas antes do horário haha Além de minha mochila ficar cheirosa por muuuito tempo depois do ocorrido haha

E o outro caso, dessa vez maravilhoso e sem ironias, é o quanto lembro perfeitamente que depois da minha festa de 15 anos minha mãe passou ao menos uns 3 meses sem comprar sabonetes e cremes pra mim de tanta coisinha cheirosa que eu recebi de presente! haha


Dica: aproveite esses descontos maravilhosos para fazer um estoque de tudo que você ama! 

Quais as suas histórias com a marca? O quê mais gosta de usar?
Se divertiu rindo de mim? Quero saber de tudo! Conta aqui nos comentários!

22/09 - Dia Mundial Sem Carro: Um Dia Só De Bike

Um dos aspectos mais famosos dos tão aclamados 18 anos é a famosa carteira de motorista, o sonho de dirigir para lá e para cá sem eira nem beira. Já nos meus 20 aninhos e sem ainda ter conquistado este sonho por inúmeras razões, resolvi que neste dia mundial sem carro seria uma ótima oportunidade pra contar um outro tipo de experiência que essa vida me permitiu: a convivência de um dia inteirinho na base da bicicleta.


Vou contar da minha melhor lembrança de um dia de bike e compartilhar minha experiência fora do território nacional com essa belezura. Há um tempinho fui visitar uma tia minha em Chesterton, uma cidadezinha bem tipo de filme no estado de Indiana, Estados Unidos. A cidade tinha um território bem plano, ou seja, não era muito cansativo alcançar os pontos da cidade a pé ou de bike. No início eu preciso confessar: tinha medo de pegar a bike no trânsito hahaha! Eu sendo a desastrada que sou só pensava em me ver estatelada no asfalto e um carro passando na minha cabeça.

Depois de algumas insistências da minha tia, eu topei! Ela me ensinou as regrinhas básicas de educação e aí veio a primeira surpresa: a bicicleta dela era mais de filme que a cidade, JURO! Ela era toda verde água com uma cestinha marrom. Não dava mais pra resistir, eu precisava andar nela! E lá fui eu me aventurar na pequena cidade de Chesterton, montada numa bike com medo de ter um ataque de asma e ser atropelada, mas aquele dia me trouxe muitas outras surpresas.


A melhor surpresa de todas definitivamente foi o respeito que eu pude ver naquela cidade. Eu me sentia um veículo secundário, as pessoas respeitavam a bicicleta como qualquer outro carro e, lógico, eu os respeitava da mesma forma. Não recebi buzinadas, nem quase fui atropelada, todos tiveram uma paciência de jó comigo e eu queria abraçar cada um daqueles habitantes por serem tão legais.

Acabei por dar boas voltas na cidade toda e ainda me senti super bem recebida quando não encontrei um lugar para trancar a bike e a dona de uma lojinha de doces me permitiu guardá-la dentro da loja para que eu pudesse conhecer melhor o comércio. A cada segundo eu me encantava com a simpatia das pessoas, totalmente ao contrário do que esperava.


Por fim na volta para casa estava mais do que feliz. Eu havia passado um dia inteiro de bicicleta, não havia sido atropelada, fiz amizade com a moça da loja de doces, não tive nenhum ataque de asma e não caí em nenhum momento, ainda. Em menos de 100m de casa, eu já comemorava a vitória daquele dia mas, como é a Samantha, né? Não dava pra ser perfeito. O celular tocou e eu quis dar uma de esperta e atender andando de bicicleta. O resultado não podia ser outro se não eu estatelada na grama do vizinho. Atendi o celular rindo da situação e tranquilizei minha tia ao avisar que minha única queda havia sido naquele instante.


Fazer isso tudo me trouxe a percepção da delícia que é andar de bicicleta e a importância disso. Pensa só, você como motorista de carro ou moto, sabendo como é essa experiência, vai conseguir entender melhor os ciclistas e juntos formar um trânsito melhor para todos, além do que é uma atividade que pode ser realizada para te ajudar no exercício diário (ir pra acadêmia de bike e dispensar o aquecimento na esteira, que tal?), ajuda nosso lindo planetinha a ter menos poluição quando trocamos um carro por ela e ainda por cima, e o melhor de tudo, nos deixa com pernas LINDAS por todo o trabalho que estamos fazendo com elas.

Se quiser se tornar um ciclista profissional, participar de maratonas e juntar uma galera para te acompanhar, procura sempre ter tudo bonitinho para sua segurança e fazer rotas que possam ser tão interessantes quanto seguras. Não se esqueça dos capacetes para bicicleta e de outros acessórios como roupas adequadas, faróis, lanternas, buzinas. Segurança em primeiro lugar sempre! Ah, e leia também as regrinhas de trânsito para bicicleta, não adianta xingar o motorista de carro se você não faz ou não sabe qual a sua parte, né?

Espero de coração que tenham gostado da minha história, eu super recomendo essa experiência para todo mundo e não só nesse dia mundial sem carro, pois exercício é sempre uma boa pedida!

*Este é um publipost mas toda a experiência que contei aqui rolou mesmo comigo (inclusive a maldita queda aos 100m de casa).