Questões de Opinião: 9 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Fazer Sua Primeira Tattoo


9 Coisas que Você Precisa Saber Antes de Fazer Sua Primeira Tattoo

Sempre falo sobre tatuagens por aqui, e hoje resolvi reunir todas as recomendações que eu gostaria que tivessem me dado para passar essa listinha 'básica' para que você não sofra (tanto) quando tomar sua decisão.
Foto da minha primeira (e até o momento, única) tatuagem.

1. Não faça como eu, seja uma pessoa inteligente e comece com imagens pequenas;

Assim você não corre o risco de se arrepender no processo (durante a feitura) devido a dor e ficar com seu desenho (ou sua palavra, você entendeu né?) pela metade.
E a fase de cicatrização também será muito mais fácil, pois a pele terá que se acostumar a uma pequena área coberta por essa novidade de tintas.

2. Talvez esse devesse ser o primeiro ponto, mas: conheça seu nível de dor;
Você precisa respeitar os limites do seu corpo, saber até que ponto é capaz e viável permanecer fazendo algo que não é bom (sentindo dor) é extremamente necessário.
Vale lembrar que se você é mais sensível é melhor evitar - a todo custo - lugares com mais ossos como as costelas e optar por áreas mais "carnudas" (expressão de vó, mas não achei nada que passasse melhor minha mensagem haha).

3. Busque algo que tenha significado para você, que ao seu ver é certo;
Quando você está certo sobre o que deseja, independente do que os outros vão julgar/entender/interpretar você estará feliz e tranquilo consigo mesmo. E vale lembrar que você é único que terá de conviver com aquela imagem para o resto de sua vida, então o melhor é que isso agrade a você, certo?!

4. Busque referencias visuais do que você deseja;
Na sua cabeça pode ser o desenho mais claro possível, mas o grande problema é passar a mesmíssima ideia a quem está do outro lado, a quem efetivamente fica a cargo de criar a o que você carregará ao longo de sua vida. E, claro, converse muito com seu tatuador, peça para que ele re-crie o desenho quantas vezes forem necessárias - sem culpas! Quanto mais o trabalho te deixar feliz, automaticamente o criador também ficará.

5. O barato (geralmente) saí caro;
Quantos casos de tatuagens frustradas você já viu na internet? Acha mesmo que a pessoa pagou o preço merecido para ter um 'grande' trabalho? A menos que você tenha a sorte de ter amigos tatuadores e confiáveis, que te dêem um desconto incrível, não caia nessa ilusão. A alteração é para uma vida toda, se um investimento bem feito não valer para isso, melhor não fazer tattoo nenhuma.

6. Procure um profissional que você confia e admira;
Parece bobo ter de citar isso, mas sei que muitas vezes é possível querer uma tattoo por impulso ou em algum estúdio que você não conhece tão bem. Esse é um grande erro de muitas formas: quanto mais tenso, maior o seu nível de dor; além da enorme probabilidade de você se frustar com o resultado final. Vale pedir indicações, procurar nas redes sociais trabalhos anteriores, pedir uma conversa para alinhar seus pontos ao do tatuador,..., tudo que te deixe o mais tranquilo possível.
Vale citar que está liberado fazer todas as perguntas possíveis viu? Sanar todas as dúvidas sobre o que acontecerá em seu corpo é completamente normal.

7. Leve um amigo que te acalme (e de preferência te divirta);
Eu levei a minha melhor amiga na minha primeira tattoo, e quase quebrei a mão dela de tanto apertar! haha Foi um misto da ansiedade, dor, stress, tensão, animação... tudo junto e muita conversa. Acredito que sozinho todo mundo surta! Quando você está com quem te faz bem, facilita sua vida e, por consequência, a do tatuador também!

8. Ouça (e siga!) absolutamente todas as recomendações 
Isso vale para o momento pré e pós tattoo. Se você for muito sensível, provavelmente será recomendado alguma pomada anestésica por exemplo. Para o pós a lista é muito mais extensa: desde alimentos que não podem ser ingeridos nos dias próximos a feitura, aos uso de produtos específicos para cicatrização (há pomadas e cremes indicados), e até cuidados permanentes por toda a vida (com intuito de preservar sua tattoo por mais tempo) como o uso de protetores solares no local tatuado.

9. Escolha com inteligência o que desenhará;
Eu vou acreditar que você tenha plena noção de que fazer o nome de qualquer pessoa que você ama hoje, pode não ser n-a-d-a legal amanhã. Sinceramente eu já acho algo extremamente forte nome dos pais ou filhos no corpo, mas nomes de 'amores' é fora da realidade para alguém que tenha pensado com calma no que deseja. Lembre-se: a intenção n-ã-o é fazer pensando em qual cobertura seria possível, tão pouco em tirá-la da pele em algum momento.

Tatuagem é um dos assuntos que eu mais gosto de falar, não é à toa que temos uma tag repleta de postagens de inspirações aqui no blog! Isso sem contar as matérias em que eu conto sobre a história da minha tattoo, e a Gabi, minha colunista de literatura, conta sobre suas tattoo's temáticas.

Você tem alguma tattoo? 
Esses passos te ajudaram ou te ajudariam na primeira ida ao tatuador?


2 comentários:

  1. Ameeei,A dias to querendo tentar fazer, mas tenho medo sabe, quanto ao tatuador, a dor e etc.. Obrigada pelo post super informativo. Agora é criar coragem e pesquisar bastante.

    ResponderExcluir
  2. Amei seu post pois passar de forma clara e objetiva as pontos que são extremamentes importantes para ficarmos satisfeitos depois com o resultado.
    Parabéns :D

    ResponderExcluir